J~Mixture banner 130x70 px  Ajude a divulgar o J~Mixture no Twitter, Google e Facebook, clique no botão Tweet, +1 e Curtir, indicando e disseminando as nossas notícias nas diversas redes sociais.
Isso é um incentivo para continuarmos a desenvolver nosso trabalho!

domingo, 23 de janeiro de 2011

Um pouco de esoterismo - Elemental: Salamandras!


Estava querendo falar sobre um elemental em especial, não sei ao certo o porquê, então resolvi colher informações sobre ele e transmitir aqui, mas antes do dito cujo, o que vem a ser Elemental?

Elemental, segundo afirmação da estudiosa e espiritualista Rosane Valpatto em sua página eletrônica, a palavra em si significa "Espírito Divino". El = senhor; mental = vibração mental superior, ou seja, todo espírito existente na natureza. Deus, concedeu a três Reinos paralelos um processo de evolução, os reinos são: Elemental, Angelical e Humano.

O processo (segundo os princípios platônicos da Metempsicose) inicia sua jornada no mundo material incorporando-se inicialmente ao reino mineral. Após o aprendizado neste reino, o princípio divino deve passar ao seguinte estágio, ou seja, ao reino vegetal. Após concluir o aprendizado do reino vegetal, o princípio divino deve passar ao estado animal, e, posteriormente, ao estado humano.

Os seres elementais que controlam os elementos da natureza são: Silfos (ar), Salamandras (fogo), Ondinas (água) e Gnomos (terra).

Aqui, hoje, vou comentar do elemental do Fogo, Salamandras!



Salamandras

São os seres sagrados do mundo invisível do fogo, vivem no eter (composto onde o oxigênio está diretamente ligado a dois radicais orgânicos). Quando visíveis aparentam como bolas de fogo, podendo atingir até seis metros de altura; quando percebidas, suas expressões são rígidas e severas. Dentro de todas as formas energéticas (fogo, água e mineral), estes seres adquirem formas capazes de desenvolver pensamentos e emoções.

Sem elas o fogo material não pode existir, elas que o mantém aceso. No plano físico sua tarefa é de regeneração, substituir o velho pelo novo, purificar através da incineração de detritos e de corpos humanos, permitindo o retorno dos respectivos elementos ao Sol, para uma repolarização.

No Sol, nas estrelas, nas fogueiras ou nas brasas, nos nossos corações sentimos "queimando" a energia da vida. O fogo é o elemento das transmutações, da transformações. Sua força luminosa indica o caminho que deve ser seguido por aquele que conhece os ensinamentos do Universo. Ele é a chama que, acesa dentro de nós, faz brilhar nossa aura e nossos olhos, revelando a força de nosso espírito. Ele conduz cada um à sabedoria interior.

O homem é incapaz de se comunicar adequadamente com as Salamandras, pois elas reduzem a cinzas tudo que se aproxima. Muitos místicos antigos, preparavam incensos especiais de ervas e perfumes, para que quando queimados, pudessem provocar um vapor especial e assim formar em seus rolos a figura de uma Salamandra, podendo assim sentirem sua presença.

As salamandras possuem grupos variados, possuindo dessa forma diferentes aparências, tamanho e dignidade. Pesquisadores medievais dos elementais acreditavam que a forma mais comum era de uma lagartixa ou lagarto, mais comprida, visível como uma incandescente Urodela (ordem de anfíbios chamados caudados, inclui as salamandras e os tritões em cerca de 500 espécies), girando e gritando no meio do fogo. Outro grupo foi descrito como gigantes mantas de fogo, protegidas com lâminas de uma incandescente armadura. Alguns autores medievais, entre eles o Abbé de Villars, atestam que Zoroastro era filho de Vesta (não a grega, outra, que, acreditava-se, fora mulher de Noé) e da grande salamandra Oromasis. Por causa desta crença, os persas ergueram vários altares dedicados ao pai-Salamandra do mestre.

Uma das mais importantes subdivisões das salamandras são as Acthnici, elas apareciam como globo, flutuando acima das águas, à noite e, ocasionalmente, apareciam como forquilhas de chamas sobre os pastores e rebanhos de ovelhas (o chamado Fogo de Santelmo).

Salamandras foram considerados os mais fortes e poderosos entre os elementais. Seu rei é um magnífico Espírito chamado Djin, terrível e de horrível aparência. Consideradas perigosas, os sábios preferiam manter-se longe delas.



Fontes: Wikipédia, Espiritualismo.hostmach, Toque da Morte.blogspot, Portal Angels




Aniger Lacerda

Conhecida também pelo nick de Iori Yoshizuki, é apaixonada por arte, cultura e literatura. Após adentrar a esse meio, veem redescombrindo a cultura pop asiática, especialmente relacionada a música, atuação, e curiosidades culturais e tecnológicas. Conheça comigo parte desse mini-universo AQUI!
Mais informações...

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 

AFILIADOS

Clique «AQUI» para ver lista completa e saber como se tornar um parceiro / afiliado.
Doramas Fans Society  2NE1 Evolution  NETOIN!  GAMES NEWS  CinePipocaCult  SUSHI POP  Nunnas Doramas    ° Estação Harajuku °   Japan Panic   Parceria ~:. J~Mixture .:~  Animanga77   Gêneros de Tokusatsu  Philosophy Otaku   Vídeos Legendados e traduzidos em português  Tadaima! Curitiba   Senpuu - Tokusatsu levado a sério   J-Lyrics